Notícias

Temer quer o fim do programa Farmácia Popular

Segundo reportagem publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, a gestão Temer quer rever a distribuição de medicamentos do programa Farmácia Popular. Como se já não bastasse o fechamento de 400 farmácias, o governo quer mudar o modelo de pagamento para farmácias particulares credenciadas.

Atualmente, há cerca de 30 mil estabelecimentos em todo o Brasil que ofertam remédios através do programa do Ministério da Saúde. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, afirmou que o objetivo do governo é cortar gastos.

As farmácias recebem um reembolso do governo a cada produto dispensado (com base em uma tabela de valores) e Temer pretende renegociar esses valores. A ideia do governo é propor um novo cálculo, de acordo com um preço base no atacado e 40% de margem para compensar os custos de aquisição e distribuição dos produtos.

O Farmácia Popular foi criado em 2004, com o objetivo de auxiliar os usuários de planos de saúde que não cobrem medicamentos. Sabemos que medicamentos possuem uma grande força no orçamento familiar e, portanto, o programa aumenta o acesso a medicamentos para doenças mais comuns reduzindo custos com internação.

Não podemos pensar no Farmácia Popular como uma substituição do SUS. Extinguir o programa de distribuição de medicamentos significa colocar toda a população para ver quem consegue o medicamento pelo SUS novamente. Já sentimos na pele que isso não dá certo, pois no Sistema Único o acesso a medicamentos é dificultado.  Temer e o Ministro da Saúde, Ricardo Barros, mais uma vez revelam nenhum compromisso com as políticas públicas de saúde.  Para ler a reportagem na íntegra, clique aqui
« Voltar
Atendimento pelo chat Sinfar

Receba novidades por e-mail

CASF_LOGO_FINAL_novo.png
Sindicato dos Farmacêuticos no Estado de São Paulo
Rua Barão de Itapetininga, 255 - conjunto 304 - São Paulo - SP 
CEP: 01042-001 Fone: (11) 3123 0588 
Diretorias Regionais    Webmail Sinfar
© 2014 - Sindicato dos Farmacêuticos no Estado de São Paulo - Todos os direitos reservados