Notícias

Farmacêuticos rejeitam as propostas dos sindicatos patronais hospitalares e laboratoriais

Categoria se reuniu no dia 20.09, no SINFAR-SP

Em assembleia realizada no dia 20 de setembro, na sede do SINFAR-SP, os farmacêuticos rejeitaram as propostas dos sindicatos patronais (SINDHOSFIL) de São Paulo, Santos, Presidente Prudente, Ribeirão Preto e Vale do Paraíba e reiteraram que os trabalhadores não aceitam reajuste abaixo da inflação e retirada de direitos. O Sinfar-SP já oficiou os sindicatos patronais sobre a deliberação da categoria.

A Pauta de Reivindicações, que foi protocolada aos Sindicatos Patronais, Sindhosfil (Sindicato das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Estado de São Paulo) e Sindhosp (Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Laboratórios do Estado de São Paulo), propunha uma mudança de índice de correção mais o aumento real de 5%. Atualmente, os salários são corrigidos anualmente com base no  INPC/IBGE, que não revela os dados de consumo e despesas de forma completa.

Em resposta, os Sindicatos Patronais ofereceram procentagens de reajustes de salário que não cobrem minimamente a inflação. É importante lembrar que o SINFAR-SP defende que seja adotado o ICV/DIEESE, por ser mais factível para a atualização salarial, uma vez que avalia estrutura de finanças familiares, registro de renda, ocupação, educação e moradia.

Nenhum Direito a menos!

As propostas aprovadas na Pauta de Reinvidações do SINFAR-SP levaram em conta necessidades dos profissionais nas experiências do cotidiano mais os resultados da pesquisa lançada pelo próprio sindicato no mês de julho, que identificou os seus anseios e urgências em sua atuação, como o combate ao assédio - por meio da criação de comissões nas empresas e hospitais para identificar as causas frequentes e prestar assistência aos trabalhadores assediados, do desvio e acúmulo de funções (quando o profissional exerce atividades concomitantes ou diversa àquelas em que ele foi contratado), além de direitos que avançam em todo o mundo, como a licença maternidade de 180 dias e paternidade de 10 dias, escalas de 12 x 36 (com previsão de folgas) e adicional por insalubridade e responsabilidade técnica.

Nenhuma destas reivindicações foi aceita pelos Sindicatos patronais e o SINFAR-SP continuará o debate.

Pauta de Reinvidações

FARMACÊUTICOS EM HOSPITAIS, CLÍNICAS, SANTAS CASAS, OSS, LABORATÓRIOS DE PESQUISAS, ANÁLISES CLÍNICAS E ESTABELECIMENTOS FILANTRÓPICOS

MANUTENÇÃO DE TODAS AS GARANTIAS

REAJUSTE SALARIAL PELO ICV/DIEESE + AUMENTO REAL DE SALÁRIO DE 5%

JORNADA DE TRABALHO MÁXIMA DE 40 HORAS SEMANAIS

ESCALAS 12 x 36 - COM PREVISÃO DE FOLGAS

LICENÇA MATERNIDADE 180 DIAS – PATERNIDADE 10 DIAS

COMBATE AO ASSÉDIO MORAL E DESVIO DE FUNÇÃO

PLANO DE CARGOS E SALÁRIOS

INSALUBRIDADE

ADICIONAL POR RESPONSABILIDADE TÉCNICA

REMUNERAÇÃO PELO DIA DO FARMACÊUTICO

VALE REFEIÇÃO DIÁRIO

HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO NO SINFAR-SP

ABONO DE FALTAS PARA CURSOS, SEMINÁRIOS, EVENTOS DA PROFISSÃO
Atendimento pelo chat Sinfar

Receba novidades por e-mail

CASF_LOGO_FINAL_novo.png
Sindicato dos Farmacêuticos no Estado de São Paulo
Rua Barão de Itapetininga, 255 - conjunto 304 - São Paulo - SP 
CEP: 01042-001 Fone: (11) 3123 0588 
Diretorias Regionais    Webmail Sinfar
© 2014 - Sindicato dos Farmacêuticos no Estado de São Paulo - Todos os direitos reservados